Posição dos talheres e como usá-los

• Os talheres são colocados de ambos os lados e acima do prato e são usados de fora para dentro.
• Os garfos ficam do lado esquerdo. A forma mais elegante de comer é conservá-los nessa mão.
• As facas e a colher de sopa ficam do lado direito, devendo ser manuseadas com a mão direita.
• O procedimento correto, em todos os países do mundo que adotam as maneiras européias, é usar os talheres na posição em que são apresentados; os canhotos devem treinar para não trocar de mão. A troca de lado só é tolerada se for inevitável e prejudicial à naturalidade.
• Crianças que aprendem desde os dez anos a manusear os talheres dessa forma não encontram o menor obstáculo.
• Massas do tipo espaguete ou talharim devem ser enroladas no garfo, que nesse caso estará na mão direita.
• Os talheres servem para levar a comida à boca, não se deve, portanto levar a “boca” à comida.
• Ao cortar a carne, o garfo fica com a parte côncava virada para baixo e o dedo indicador da mão direita serve para firmar a faca.
• Ajudar com a faca a colocar a comida no garfo é a maneira mais elegante e prática. É a maneira européia
• A posição de descanso não admite apoiar os talheres na mesa. Facas ficam na borda direita do prato e garfo na borda esquerda.
• Ao terminar, os talheres ficam dispostos numa linha perpendicular ao prato, sentido norte-sul. Nunca cruzados. Não empurre o prato.
• A sopa deve ser tomada pelo lado da colher. Ao terminar ela fica no prato auxiliar.
• Mantenha os cotovelos sempre junto ao corpo. Nunca afaste os braços como asas.
• Guardanapos de tecido devem ser colocados no colo e usados para limpar os lábios antes de beber. Ao final da refeição não devem ser dobrados novamente, somente colocados do lado esquerdo do prato.
• O pão é comido com as mãos. Não deve ser partido com faca.

(*) Evite também pedir pratos complicados de comer, pois será bem mais difícil concentrar-se no negócio e ao mesmo tempo se debruçar sobre a árdua tarefa de destrinchar uma lagosta inteira, um peixe cheio de espinhos ou uma ave cheia de ossos.